top of page

Dengue: o que causa e como prevenir?



O que causa a dengue não é um mosquito! O Aedes aegypti é apenas o transmissor do vírus da dengue, que é um arbovírus do gênero Flavivirus. Apenas as fêmeas picam. Como sugere o nome, esse vírus é de origem africana e acredita-se que veio ao Brasil junto com as embarcações que traziam pessoas para serem escravizadas. Ele também transmite os vírus da febre amarela, da febre chikungunya e da febre zika. Curiosamente, o Aedes foi exterminado nos anos 1950 como efeito de iniciativas governamentais de combate à febre amarela que incluíram o uso de um inseticida de alta eficácia chamado DDT¹. O Aedes voltou ao Brasil depois, advindo provavelmente dos países vizinhos. Posteriormente, descobriu-se que esse veneno é tóxico para humanos e, por isso, não é mais utilizado em ampla escala.


Como prevenir?

É essencial evitar que o mosquito dê o bote. Em locais de alta prevalência, repelentes de insetos devem ser usados com frequência. Idealmente, os indivíduos infectados devem usar repelente diariamente e, se possível, dormirem sob telas que previnam a penetração pelo Aedes aegypti. Essas medidas evitam que um mosquito seja contaminado pelo indivíduo doente e passe a infecção para outras pessoas.


Devo me vacinar contra a dengue?

Houve grande furor quando a vacina da dengue (Dengvaxia®) foi liberada nas clínicas privadas no Brasil. Estudos posteriores mostraram que a vacina diminui a mortalidade por dengue em pessoas com infecção prévia, e aumenta a mortalidade em pessoas nunca infectadas. A razão pela qual isso acontece é obscura e provavelmente complexa. Assim, a vacina hoje é contraindicada para pessoas sem infecção prévia. Isso limita profundamente a sua utilidade, embora várias pessoas ainda possam se beneficiar. Além disso, ela não está disponível no SUS.


Posso pegar dengue mais de uma vez?

Sim! Existem 4 sorotipos do vírus da dengue. A infecção por um sorotipo fornece proteção permanente contra ele e proteção temporária contra os demais (de um a dois anos). As formas mais graves da dengue geralmente ocorrem na ocasião de uma segunda infecção, como expliquei aqui.




Comments


bottom of page